Notícias>
Publicado em 27/05/2014

Cores e texturas da África

A artista plástica Patricia Lopes abre no dia 30 de maio, a temporada 2014 do Circuito A. Yoshii de Artes Visuais com série inédita intitulada África.

A artista plástica Patricia Lopes abre no dia 30 de maio, a temporada 2014 do Circuito A. Yoshii de Artes Visuais com série inédita intitulada África. 

Composta por quatorze telas-instalações em grandes dimensões a artista utiliza técnica mista e soluções tecnológicas para expressar as emoções e sensações capturadas durante viagem feita ao continente africano há dois anos.

“Durante a viagem fiquei intrigada e curiosa com a grande variedade de cores e as texturas dos animais e savanas afinal, pra mim, tudo à nossa volta são peles, cascas, envólucros, que envolvem a mesma essência, matéria que se repete com variações de formas e vibrações. Fiz muitos registros fotográficos, que foram inspiradores para eu iniciar uma nova série”, revela a artista.

A artista então deu sequência à sua rotineira investigação sobre as representações fotográficas obtidas na viagem. Ao ampliar as imagens, Patricia iniciou uma busca rumo ao princípio. “Utilizei as intervenções fotográficas como base, suporte, mas com diversos cortes. À medida que fui ampliando e recortando as imagens, em busca da essência, comecei a descobrir as formas geométricas, cores, texturas e palavras e estas fui repetindo, formando blocos de símbolos que descreviam e representavam as minhas descobertas".

Ao mesmo tempo em que a artista entra da epiderme das fotos, quando encontra a essência, Patricia lança mão de várias técnicas para implementar mais uma etapa do trabalho. Nas telas, ela utiliza diversos elementos já tradicionais em sua obra: fotografia, sobreposição em acrílico, acrílico sobre tela, figuras geométricas e texto. 

“Como meu trabalho não é figurativo, minha intenção não era representar o objeto, neste caso, animais, mas sim o que estava por trás daquela pele. Apesar de ter a base orgânica, a sobreposição de camadas e figuras geométricas, característicos em meu trabalho, formaram composições que me satisfizeram além do geométrico racional e matemático característicos. Usei o grid, ferramenta utilizada há muito tempo, inclusive por pintores renascentistas para buscar o equilíbrio e composição  entre os elementos, porém de uma forma intuitiva, sem respeitar ou seguir as normas tradicionais."

Patricia Lopes iniciou a criação da série África em setembro de 2013. Em suas mãos, tinha uma vastidão de elementos criativos a serem dissecados e esgotados. Ela explica que o seu processo de criação começa antes da tela. Com a proposta em mente, desenvolve um projeto de composição, como um layout, “uma prática adquirida nos tempos em que trabalhei em agências de publicidade como design”. 

Novas tecnologias
Para ampliar a expressão criativa de Patricia Lopes, a investigação ultrapassou o limite das telas, possibilitando outras interações com o público. 

Através de uma parceria com a empresa Timo, a artista conseguiu desenvolver um aplicativo para ser baixado em smartphones que pode ser utilizado por quem visitar a exposição. O recurso está disponível como “Série África Patricia Lopes” e pode ser baixado através do APP Store ou Google Play. 


Na exposição, baixando o aplicativo e com o Bluetooth ativado, o visitante poderá ouvir sons e trilhas exclusivas que remetem à África. “Me apropriei desta nova tecnologia para que o visitante possa apreciar mais profundamente o meu trabalho”. 

Ao ver toda a série, a artista se sente plenamente realizada: “Finalizar a série África foi como o nascimento de um filho, foi como atingir um objetivo. Observei uma evolução do trabalho com um começo, um meio e um fim, esgotando as minhas pesquisas e experimentos, quase como em um laboratório e fiquei muito satisfeita com o resultado de mais um objetivo alcançado. Estou preparando minha próxima mala, aonde minha máquina fotográfica, de baterias 100% carregadas, já está à espera de meu próximo desafio."

Bacharel em Comunicação Visual pela Faculdade de Artes Plásticas da Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP), Patricia Lopes também fez Desenho Gráfico e Publicitário no Instituto de Artes de Fort Lauderdale na Flórida, Estados Unidos. Desde 2009 constituiu seu ateliê de artes, em sua residência, onde retomou produções artísticas do abstracionismo contemporâneo.

A série África fica em exposição no showroom da A. Yoshii até o dia 30 de junho. As visitas podem ser feitas diariamente (inclusive sábados e domingos) das 9h às 18h.

Sobre o Circuito A. Yoshii de Artes Visuais: 
Projeto cultural realizado anualmente, o Circuito A. Yoshii de Artes Visuais traz uma programação diversificada: fotografia, pintura, esculturas e as mais diversas manifestações artísticas. A entrada é gratuita e estudantes podem fazer visitas monitoradas.

O Circuito é uma iniciativa do Instituto Atsushi e Kimiko Yoshii, entidade que desenvolve e fomenta projetos contemplando as mais variadas expressões artísticas. Colabora com a produção cultural de Londrina e região com uma agenda voltada para toda a comunidade. 

Serviço:
Circuito A. Yoshii de Artes Visuais
África
De Patricia Lopes
De 30 de maio a 30 de junho
Local: Showroom da A. Yoshii Engenharia (Av. Madre Leônia Milito, 1800)
Horário de visitação: diariamente (inclusive sábado e domingo) das 9h às 18h

Acompanhe as notícias e fique por dentro dos acontecimentos da A.Yoshii.
Sede A. Yoshii - 43 3371-1000 AYA.Yoshii Engenharia
Av. Maringá, 1050 - Centro
CEP 86060-000 - Londrina - PR
Desenvolvedor Sub100A.Yoshii Engenharia © 2011. Todos os direitos reservados.