Notícias>
Publicado em 27/03/2009

Porto Seguro

José Ioner Zanoni Junior: 

Profissionais do mercado imobiliário afirmam: "Quando se fala em investimento, a bola da vez é o imóvel". E mobilização não falta, começando pelo governo federal, que lançou na última quarta-feira (dia 25 de março) o novo programa "Minha casa minha vida" com o objetivo de construir um milhão de moradias para famílias com renda de até dez salários mínimos.

Dados confirmam a existência de forte demanda. Estudo realizado pela FGV afirma que o Brasil possui déficit habitacional de aproximadamente 8 milhões de moradias. Para o diretor de incorporação da A.Yoshii, Silvio Muraguchi, o investimento em imóveis é a melhor opção no momento, especialmente para a cidade de Londrina. "Londrina é uma cidade jovem, em franco desenvolvimento, com ambiente propício para o investimento em imóveis. Diante do cenário econômico internacional, vencido o susto inicial, o mercado de imóveis configura-se como a opção mais adequada por se tratar de um ativo real sem a volatilidade do mercado de ações".

De 2006 para cá, a A.Yoshii lançou 900 apartamentos e hoje está com dez torres em fase de construção. Nesse mês, a empresa concluiu o Residencial Manacá com antecipação de um mês e um dos seus empreendimentos, o Brisas Residence Club foi totalmente comercializado num prazo recorde de 48 dias. O analista de sistemas Carlos Alves, 34 anos, adquiriu um apartamento no Residencial Manacá logo no lançamento com o objetivo de investimento. "Na revenda obtive uma boa lucratividade. Pretendo fazer novos investimentos nesta modalidade", diz ele.

Segundo a diretora financeira da construtora Simoni Bianchi com os juros em queda o investimento em ativo fixo ficou mais interessante. "Analisamos alguns contratos com clientes investidores, onde na venda, o retorno sobre o investimento ficou bem acima da rentabilidade de poupança".O gerente de vendas da Imobiliária Raul Fulgêncio, José Ioner Zanoni Junior confirma os dados da diretora. "Apesar da crise no ano passado, o consumidor observou que, no dia a dia, sua rotina não mudou.

No mercado o ritmo se manteve e o comprador se tornou mais confiante". Zanoni explica que alguns fatores reforçam que o mercado imobiliário continua a ser a melhor opção de investimento. "A performance do imóvel tem rentabilidade equivalente  à bolsa, e não sofre tanta oscilação, porque é uma situação concreta. O bem existe e está ao alcance dele". Por conta do momento, houve perda de liquidez, mas não no valor do empreendimento. "Ao contrário. Mais do que nunca, o imóvel apresenta boa rentabilidade, com a vantagem de ser um porto seguro".

O valor agregado do imóvel, especialmente de apartamentos, pesa também no momento da compra. O consumidor já sabe que as incorporadoras, como a A.Yoshii fazem pesquisa, contratam arquitetos experientes, buscam as melhores localizações, trazem novos conceitos de construção, prezam pelo bom acabamento e pontualidade na entrega. "Essas questões agregam mais valor ao empreendimento. Quem compra imóvel na planta precisa destas garantias para contar com a valorização certa quando o imóvel estiver pronto", diz o gerente de vendas. Zanoni afirma que o imóvel não está vinculado à simples compra, mas ao desenvolvimento da região. "Londrina é um pólo de investimento. Temos vários clientes investidores que compraram até cinco apartamentos de um único empreendimento da A. Yoshii. Outros também, que já nem moram mais aqui, mas continuam a comprar os imóveis da construtora porque perceberam que se trata de um excelente negócio", finaliza.
Acompanhe as notícias e fique por dentro dos acontecimentos da A.Yoshii.
Sede A. Yoshii - 43 3371-1000 AYA.Yoshii Engenharia
Av. Maringá, 1050 - Centro
CEP 86060-000 - Londrina - PR
Desenvolvedor Sub100A.Yoshii Engenharia © 2011. Todos os direitos reservados.